Boletim informativo: Apoio de Portugal à África Lusófona via CGIAR

Lançado em junho, no Workshop “Portugal-África: Redes e Inovação na Investigação e no Ensino Superior”, chega agora em versão digital o boletim informativo “Apoio de Portugal à África Lusófona via CGIAR”.

Conta-nos mais de 10 anos de história e histórias partilhadas da academia e da ciência portuguesas e africanas, realizadas em parceria com o centro do CGIAR IRRI.

Leia tudo aqui 9Proposta_Jornal.

Anúncios

WORKSHOP DE VALIDAÇÃO DO PLANO DE MENTORIA PARA O DESENVOLVIMENTO DE COMPETÊNCIAS PARA A INOVAÇÃO DOS SISTEMAS AGRÁRIOS, NO ÂMBITO DO PROJECTO CDAIS

Realizou-se nos dias 5 e 6 de Abril, no Campus do Instituto de Investigação Agronómica (IIA) e da Faculdade de Ciências Agrárias da Universidade José Eduardo dos Santos, na Chianga, Huambo, o Workshop de Validação do Plano de Mentoria para o Desenvolvimento de Competências para a Inovação dos Sistemas Agrários, no âmbito do projecto de Desenvolvimento de Competências para a Inovação dos Sistemas Agrários – CDAIS, lançado nesta mesma cidade, em Maio de 2015.

Esta actividade contou com a presença de S. Exa Sr Director Provincial da Agricultura, Prof. António Teixeira, que participou activamente dos trabalhos, e ainda com representações dos Srs Administradores dos Municípios do Huambo e Bailundo. No total, estiveram presentes 46 pessoas.

O projecto CDAIS, com a duração de 4 anos, é financiado pela União Europeia e implementado conjuntamente pela Agrinatura, um consórcio de 31 universidades europeias que funciona como o órgão técnico da União Europeia na área da investigação agrária para o desenvolvimento, a FAO, Organização para Agricultura e Alimentação das Nações Unidas e o Ministério da Agricultura de Angola, representado pelo IIA.

 

O objectivo principal deste projecto é contribuir para a segurança alimentar, nutrição e agricultura sustentável, através da inovação dos sistemas agrários. Decorre em Angola e em 7 outros países de África, América Latina e Ásia, promovendo o desenvolvimento de competências funcionais e, também técnicas, para ajudar a satisfazer as exigências dos diferentes actores do sistema agrícola nacional, tomando em consideração as suas diferentes dimensões: as pessoas, as organizações e o ambiente.

 

O Workshop foi antecedido de um evento preparatório, que reuniu as 3 pré-parcerias de inovação, em que será implementado o referido Plano de Mentoria, para devolver às mesmas as conclusões da fase de levantamento de competências necessárias, levada a cabo no final de 2016, e apresentar a

 

proposta formativa para responder às necessidades identificadas. Houve oportunidade de discussão sobre o documento apresentado, que foi validado pelos presentes, e foram feitas algumas sugestões no sentido do seu aprimoramento. Foi, também, momento para melhorar a caracterização de cada parceria.

Durante o Workshop de Validação, propriamente dito, os representantes das parcerias tiveram ocasião de as apresentar a um painel de peritos do sistema agrícola nacional, composto por representantes do CODESPA, DW, FCA, FMV, IDA, IIA, IIV, INCA, SENSE. A equipa de facilitadores de inovação apresentou, ainda, o Plano de Mentoria. Membros das parcerias e painel de peritos trabalharam em grupos, utilizando metodologias participativas, discutindo e recolhendo recomendações para a sua concretização.

O Plano de Mentoria foi aprovado pelos presentes, com a sugestão de que possa ir sofrendo alguns ajustes ao longo do período de implementação, em diálogo com as parcerias.

 

Intervenções destaque:

“Tem que haver uma mentalidade que se adeque às novas necessidades e realidades.”

António Teixeira, Director Provincial da Agricultura, Huambo

 

“É importante que novos parceiros venham completar as parcerias.”

Fátima Nascimento e Edgar Somacumbi, líderes das parcerias Arroz e Empreendorismo Rural, respectivamente.

 

“As parcerias que aqui estão têm objectivos comuns.”

Manuel Ferramenta, parceria Sementes

 

Algumas recomendações do grupo técnico:

– Esclarecer melhor o conceito de parceria.

– Incluir um tópico de aconselhamento/assistência jurídica.

– O plano de mentoria deve terminar com a elaboração de um plano estratégico para cada parceria.

– Será importante haver alguém de nível intermédio, disponível para apoiar cada parceria.

 

Trabalhos em grupo e em plenário.

 

Foto de família.20170406_151411

Qualidade, Produção e Satisfação: Proposta de um modelo teórico aplicado às unidades de Produção Agrícola na Barragem do Poilão em Cabo Verde

A construção de barragens, para aumentar a disponibilidade de água, visando o aumento da produção agrícola e o combate à pobreza em Cabo Verde, tem constituído uma aposta de política pública.

Neste sentido, das 21 barragens previstas, 7 já se encontram construídas. Este estudo baseia-se no trabalho de investigação no âmbito do programa de doutoramento em Ciências Agrárias e Ambientais da Universidade de Évora, que visa propor um modelo teórico, que permita estimar a produção e a qualidade na gestão das explorações agrícolas, bem como o nível de satisfação dos agricultores, face às políticas públicas, que lhes são destinadas.

Para atingir esses objetivos serão testadas três metodologias complementares: uma para averiguar a estimativa da produção agrícola nas explorações da região em estudo; outra para investigar a qualidade na gestão dessas explorações, baseada essencialmente na metodologia dos 5 S; e, por fim, outra para avaliar a satisfação dos agricultores, baseada no Modelo SERVQUAL.

Estas metodologias serão adaptadas à realidade local e testadas junto de 200 das 265 explorações agrícolas, no perímetro de rega alimentado pela Barragem do Poilão, em S. Cruz, na Ilha de Santiago – Cabo Verde.

Espera-se, no final deste trabalho de investigação, com os resultados obtidos através de inquéritos por questionários e sessões de focus group, efetuar um diagnóstico da situação Cabo Verdiana, da região circundante à Barragem do Poilão, relativamente à qualidade na gestão das explorações agrícolas, a estimativa da produção hortofrutícola, de tubérculos e raízes e, o grau de satisfação do agricultor face às políticas públicas.

Por último, neste trabalho de investigação pretende-se ainda apresentar e propor um modelo teórico híbrido, dado que se acredita que será uma primeira etapa no longo caminho da melhoria contínua em Cabo Verde, que levaria os diversos intervenientes a pensarem na qualidade da produção agrícola no sentido holístico, nas formas como poderia ser alcançada, entre outros aspetos.

O projecto encontra-se na fase de construção do questionário e implementação do teste piloto.

BARRAGEM DO POILÃO, SITUADO NA RIBEIRA SECA, NO CONCELHO DE S.CRUZ NA ILHA DE SANTIAGO EM CABO VERDE

Montagem Final 1

 

CONSTRUÇÃO DO QUESTIONÁRIO REALIZADO EM FOCUS GROUP DE AGRICULTORES

Montagem Final 2

 

SESSÕES DE FORMAÇÃO DOS INQUIRIDORES E DISCUSSÕES PARA AJUSTES DO QUESTIONÁRIO

Montagem Final 3

Elsa Simões (UniCV)

Mais duas bolsas para a 2ª edição do TropiKMan PhD

A cooperação Portuguesa, em parceria com o IRRI, abre candidaturas para duas bolsas no âmbito do TropiKMan PhD. Consulte aqui o edital Edital_TKM_IRRI_2016