Variedades de arroz do IRRI testadas em Angola

No âmbito da parceria ISA-ULisboa, FCA, IIA e IRRI, que visa analisar o potencial e a adaptabilidade de algumas variedades de arroz, foi realizado uma visita de trabalho em Angola na provincia de Huambo, entre os dias 07 e 11 de Novembro de 2016. Esta missão tinha como principal objectivo ajudar e trocar experiência com os técnicos do Instituto de Investigação Agronómica e da Faculdade de Ciências Agrárias da Universidade José Eduardo dos Santos, na técnica de sementeira directa de variedades de arroz. Para além disso, houve treinamento dos agricultores locais nas técnicas de sementeira directa e marcação de linhas para sementeira de ensaios.

Nesta primeira fase da missão estiveram envolvidos dois técnicos do IIA e 8 agricultores enquanto que do lado da FCA estive um monitor e 12 agricultores.

Este trabalho foi realizado em dois campos de experimentação no IIA e FCA, tendo sido plantadas 12 variedades, das quais 10 vindas do IRRI e 2 locais usadas como testemunhas. Para cada local, plantaram se as 12 variedades para o sistema irrigado e sistema sequeiro.

Abaixo, as imagens sobre a capacitação da sementeira directa e marcação de linhas.

 

Campo de Ngoingoima (FCA): da esquerda para a direita e de cima para baixo – antes da sementeira, marcação das linhas, semeando, depois de semear, foto de grupo.

Campo da Chianga (IIA): antes da sementeira,  semeando, depois de semear, foto de grupo.

Este slideshow necessita de JavaScript.

por Arlindo Matsinhe (técnico do IRRI)

Anúncios

Huambo: Incidências da produção agrícola local debatida em Workshop

As incidências da produção agrícola da província do Huambo e sua influência no processo de diversificação da economia nacional foram debatidas hoje (quarta-feira) durante o Workshop SKAN, sobre investigação, tecnologia e inovação no sector agro-alimentar.

O evento foi promovido pela Faculdade de Ciências Agrárias da Universidade José Eduardo dos Santos, o Instituto de Investigação Agrária e o INOVISA, instituição afecta ao Instituto Superior de Agronomia da Universidade de Lisboa (Portugal).

No decorrer do Workshop, os participantes analisaram os níveis actuais e propostas de produção de cereais, hortícolas, citrinos e de animais, com o propósito de revitalizar o sector agrícola e pecuário nesta região.

2016-03-09 13.28.08

Fonte: http://www.portalangop.co.ao/angola/pt_pt/noticias/economia/2016/2/10/Huambo-Incidencias-producao-agricola-local-debatida-Workshop,7f5b0a68-9733-4cd4-85c8-86f8e36569ae.html