“Avaliação frutícola e nutricional e potencial de conservação de frutos nativos para valorização e segurança nutricional” avança a bom ritmo

Continua a decorrer o projecto “Avaliação frutícola e nutricional e potencial de conservação de frutos nativos para valorização e segurança nutricional”, co-financiado pelo Fundo Nacional de Investigação de Moçambique (FNI) e pelo Programa FrutosNativos4SAN. A equipa inclui investigadores do Instituto de Investigação Agrária de Moçambique (IIAM), da Faculdade de Engenharias da Universidade Eduardo Mondlane (FE/UEM) e do Instituto de Investigação Científica Tropical (IICT), que trabalham na avaliação laboratorial do valor nutricional e do potencial de conservação refrigerada em 3 espécies de fruteiras nativas (Uapaca kirkiana (massuco), Strychnos spinosa (massala), e Strychnus madagascarienesis (macuacua)) a 12ºC, 5ºC e 0ºC.

O IIAM/CIF (Centro de Investigação Florestal) foi responsável pela selecção de locais e árvores e pela colheita dos frutos. A metodologia de avaliação de qualidade foi optimizada pela FE/UEM e IICT, desde a colheita, passando pela preparação das amostras, até à realização das análises quantitativas de frutos inteiros e respectivas polpas, nomeadamente cor do fruto e da polpa; dimensões do fruto; peso do fruto; volume do fruto; percentagem de casca, polpa e sementes; acidez da polpa; pH da polpa; sólidos solúveis totais (ºBrix) da polpa; teor de humidade e actividade da água da polpa. Esta avaliação foi feita imediatamente à colheita e ao longo do tempo, nos diferentes regimes de temperatura.

A equipa da FE/UEM recebeu durante o mês de Março, dois investigadores do IICT que colaboraram no tratamento destes dados experimentais. Com base neste trabalho conjunto, está agora em curso a estimativa do diferencial de qualidade durante a conservação, para cada espécie e em cada temperatura.

Foi planeada uma acção de capacitação para dois técnicos Moçambicanos, em Portugal, a realizar no 2º trimestre de 2015, visando transferência de tecnologia em avaliação de qualidade nutricional com recurso a cromatografia líquida e espectrofotometria. Serão quantificados açúcares, vitaminas, minerais, e determinada a capacidade antioxidante nas mesmas amostras avaliadas quanto à sua composição.

nativos-blogueAvaliação físico-qúmica de frutos nativos: A) Determinação da cor da casca de frutos de Massala, B) Preparação de polpas de Maphilua, C) Determinação do volume de frutos de Massuco; D)Aspecto geral de frutos de Maphilua.

Foi ainda efectuada a colheita de Vangueria infausta (maphilua) e efectuada a caracterização físico-química dos frutos pré-conservação.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s